Breadcrumbs

Painel (em tempo real) insumos/leitos COVID-19, Brasil e UF: https://covid-insumos.saude.gov.br/paineis/insumos/painel_leitos.php
COVID-19 Brasil: Protocolo tratamento precoce: https://auditasus.com.br/destaques/covid19-braasil/covid19-brasil-protocolo-tratamento-precoce

Taxa de mortalidade, por UF, em  internações para amputação de membro inferior em diabéticos no SIH/SUS


 
 

 

Taxa de mortalidade em intern. com amputação de membro inferior em diabéticos no SIH/SUS, em cada UF, ano: 2019
UF/BRASILTaxa de mortalidade  Qtd de intern. com amputação  Qtd de óbitos  Intern. por cd 100k hab.População
⇓ Ordenado ⇓⇓ Ordenar ⇓⇓ Ordenar ⇓⇓ Ordenar ⇓
1º-   RORAIMA    27,50%    40    11    6,60    605.761 hab.
2º-   TOCANTINS    21,47%    163    35    10,36    1.572.866 hab.
3º-   SERGIPE    16,16%    526    85    22,88    2.298.696 hab.
4º-   RIO DE JANEIRO    14,89%    3.325    495    19,26    17.264.943 hab.
5º-   PIAUÍ    14,79%    568    84    17,35    3.273.227 hab.
6º-   GOIÁS    14,37%    654    94    9,32    7.018.354 hab.
7º-   MATO GROSSO DO SUL    14,18%    402    57    14,47    2.778.986 hab.
8º-   CEARÁ    13,85%    1.401    194    15,34    9.132.078 hab.
9º-   BAHIA    13,84%    2.290    317    15,40    14.873.064 hab.
10º-   SÃO PAULO    13,45%    6.261    842    13,63    45.919.049 hab.
11º-   RIO GRANDE DO NORTE    13,11%    656    86    18,71    3.506.853 hab.
12º-   SANTA CATARINA    13,10%    1.069    140    14,92    7.164.788 hab.
13º-   PERNAMBUCO    13,06%    1.577    206    16,50    9.557.071 hab.
14º-   PARANÁ    12,77%    1.692    216    14,80    11.433.957 hab.
15º-   RIO GRANDE DO SUL    12,74%    2.009    256    17,66    11.377.239 hab.
16º-   ESPÍRITO SANTO    12,45%    498    62    12,39    4.018.650 hab.
17º-   MARANHÃO    12,25%    914    112    12,92    7.075.181 hab.
18º-   PARAÍBA    11,99%    792    95    19,71    4.018.127 hab.
19º-   MINAS GERAIS    11,95%    3.297    394    15,57    21.168.791 hab.
20º-   MATO GROSSO    11,57%    337    39    9,67    3.484.466 hab.
21º-   RONDÔNIA    10,80%    176    19    9,90    1.777.225 hab.
22º-   ACRE    10,00%    90    9    10,20    881.935 hab.
23º-   DISTRITO FEDERAL    9,68%    310    30    10,28    3.015.268 hab.
24º-   PARÁ    9,61%    989    95    11,50    8.602.865 hab.
25º-   AMAZONAS    8,84%    430    38    10,38    4.144.597 hab.
26º-   ALAGOAS    8,83%    827    73    24,78    3.337.357 hab.
27º-   AMAPÁ    6,56%    61    4    7,21    845.731 hab.
         BRASIL      13,04%31.3544.088    14,92    210.147.125 hab.

 

Taxa de mortalidade em intern. (+ de 10 no ano) com amputação de membro inferior em diabéticos no SIH/SUS, em cada Município, Brasil, ano: 2019
MunicípioTaxa de mortalidade  Qtd de intern. com amputação  Qtd de óbitos  Intern. por cd 100k hab.População
⇓ Ordenado ⇓⇓ Ordenar ⇓⇓ Ordenar ⇓⇓ Ordenar ⇓
1º-  AUGUSTINOPOLIS-TO    45,45%    11    5    59,74    18.412 hab.
2º-  TAIOBEIRAS-MG    45,45%    11    5    32,23    34.132 hab.
3º-  JABOTICABAL-SP    41,67%    12    5    15,53    77.263 hab.
4º-  PAULISTA-PE    36,36%    11    4    3,32    331.774 hab.
5º-  CURITIBANOS-SC    35,71%    14    5    35,22    39.745 hab.
6º-  UNIAO DA VITORIA-PR    35,71%    14    5    24,34    57.517 hab.
7º-  TRES RIOS-RJ    34,62%    26    9    31,78    81.804 hab.
8º-  JAU-SP    31,82%    22    7    14,64    150.252 hab.
9º-  AVARE-SP    31,25%    16    5    17,65    90.655 hab.
10º-  BARRETOS-SP    31,03%    29    9    23,75    122.098 hab.
11º-  NOVO HAMBURGO-RS    30,77%    39    12    15,81    246.748 hab.
12º-  JATAI-GO    30,77%    13    4    12,89    100.882 hab.
13º-  RIO BONITO-RJ    30,77%    13    4    21,59    60.201 hab.
14º-  LINHARES-ES    30,77%    13    4    7,49    173.555 hab.
15º-  FERRAZ DE VASCONCELOS-SP    30,56%    36    11    18,53    194.276 hab.
16º-  SANTA BARBARA D`OESTE-SP    30,43%    23    7    11,89    193.475 hab.
17º-  PETROPOLIS-RJ    29,41%    34    10    11,10    306.191 hab.
18º-  NITEROI-RJ    28,85%    52    15    10,12    513.584 hab.
19º-  SARANDI-PR    28,57%    28    8    28,96    96.688 hab.
20º-  DIVINOPOLIS-MG    28,57%    28    8    11,75    238.230 hab.
21º-  BOA VISTA-RR    27,03%    37    10    9,27    399.213 hab.
22º-  LAVRAS-MG    26,92%    26    7    25,05    103.773 hab.
23º-  LAJEADO-RS    26,92%    26    7    30,95    84.014 hab.
24º-  RESENDE-RJ    26,67%    15    4    11,42    131.341 hab.
25º-  COTIA-SP    26,47%    34    9    13,64    249.210 hab.
26º-  JACAREZINHO-PR    26,09%    23    6    58,41    39.378 hab.
27º-  ARARAS-SP    25,00%    16    4    11,92    134.236 hab.
28º-  SAO JOSE DO RIO PARDO-SP    25,00%    16    4    29,12    54.946 hab.
29º-  CARATINGA-MG    25,00%    12    3    13,03    92.062 hab.
30º-  FERNANDOPOLIS-SP    25,00%    16    4    23,15    69.116 hab.
31º-  BRUSQUE-SC    25,00%    20    5    14,85    134.723 hab.
32º-  PONTE NOVA-MG    25,00%    28    7    46,87    59.742 hab.
33º-  SANTA HELENA DE GOIAS-GO    25,00%    12    3    31,05    38.648 hab.
34º-  CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES    25,00%    24    6    11,48    208.972 hab.
35º-  BARUERI-SP    24,71%    85    21    31,00    274.182 hab.
36º-  JEQUIE-BA    24,49%    49    12    31,42    155.966 hab.
37º-  BARBACENA-MG    24,32%    74    18    53,89    137.313 hab.
38º-  GUARAPUAVA-PR    24,14%    29    7    15,98    181.504 hab.
39º-  LONDRINA-PR    24,00%    125    30    21,94    569.733 hab.
40º-  SETE LAGOAS-MG    23,68%    38    9    15,86    239.639 hab.
41º-  SANTA INES-MA    23,68%    38    9    42,68    89.044 hab.
42º-  RIO VERDE-GO    23,53%    17    4    7,21    235.647 hab.
43º-  CODO-MA    23,08%    13    3    10,58    122.859 hab.
44º-  BARRA DO PIRAI-RJ    23,08%    26    6    25,90    100.374 hab.
45º-  UBA-MG    23,08%    26    6    22,50    115.552 hab.
46º-  SANTO ANDRE-SP    22,88%    118    27    16,42    718.773 hab.
47º-  PALMAS-TO    22,81%    57    13    19,06    299.127 hab.
48º-  RIO DAS OSTRAS-RJ    22,73%    22    5    14,60    150.674 hab.
49º-  BRAGANCA-PA    22,73%    22    5    17,23    127.686 hab.
50º-  PASSO FUNDO-RS    22,31%    121    27    59,53    203.275 hab.
51º-  SANT`ANA DO LIVRAMENTO-RS    22,22%    18    4    23,37    77.027 hab.
52º-  TUBARAO-SC    22,00%    100    22    94,62    105.686 hab.
53º-  MAUA-SP    21,88%    32    7    6,77    472.912 hab.
54º-  OSASCO-SP    21,88%    96    21    13,75    698.418 hab.
55º-  BARBALHA-CE    21,79%    78    17    130,58    59.732 hab.
56º-  ERECHIM-RS    21,74%    23    5    21,73    105.862 hab.
57º-  VICOSA-MG    21,43%    14    3    17,76    78.846 hab.
58º-  VALINHOS-SP    21,43%    14    3    10,84    129.193 hab.
59º-  CURVELO-MG    21,43%    14    3    17,47    80.129 hab.
60º-  PRAIA GRANDE-SP    21,28%    47    10    14,46    325.073 hab.
61º-  BARREIRAS-BA    21,05%    38    8    24,45    155.439 hab.
62º-  SAO MATEUS-ES    20,93%    43    9    32,92    130.611 hab.
63º-  CASCAVEL-PR    20,75%    53    11    16,14    328.454 hab.
64º-  POCOS DE CALDAS-MG    20,75%    53    11    31,66    167.397 hab.
65º-  JOINVILLE-SC    20,14%    139    28    23,54    590.466 hab.
66º-  CIANORTE-PR    20,00%    20    4    24,21    82.620 hab.
67º-  NOVA FRIBURGO-RJ    20,00%    30    6    15,74    190.631 hab.
68º-  SINOP-MT    20,00%    20    4    13,99    142.996 hab.
69º-  ALTAMIRA-PA    20,00%    25    5    21,82    114.594 hab.
70º-  ARAGUAINA-TO    19,74%    76    15    42,11    180.470 hab.
71º-  JUAZEIRO-BA    19,54%    87    17    40,15    216.707 hab.
72º-  MARILIA-SP    19,35%    93    18    38,93    238.882 hab.
73º-  PARIQUERA-ACU-SP    19,23%    52    10    264,66    19.648 hab.
74º-  SAO VICENTE-SP    19,05%    21    4    5,74    365.798 hab.
75º-  CORUMBA-MS    18,92%    37    7    33,20    111.435 hab.
76º-  JOAO MONLEVADE-MG    18,75%    16    3    20,02    79.910 hab.
77º-  SANTOS-SP    18,75%    32    6    7,39    433.311 hab.
78º-  ASSIS-SP    18,75%    32    6    30,66    104.386 hab.
79º-  APARECIDA DE GOIANIA-GO    18,52%    27    5    4,67    578.179 hab.
80º-  GRAVATAI-RS    18,52%    27    5    9,59    281.519 hab.
81º-  SAO LUIS-MA    18,22%    258    47    23,41    1.101.884 hab.
82º-  ARAGUARI-MG    18,18%    11    2    9,38    117.267 hab.
83º-  VALENCA-RJ    18,18%    11    2    14,37    76.523 hab.
84º-  PATROCINIO-MG    18,18%    11    2    12,12    90.757 hab.
85º-  ITU-SP    18,18%    22    4    12,65    173.939 hab.
86º-  CURITIBA-PR    18,01%    161    29    8,33    1.933.105 hab.
87º-  ALAGOINHAS-BA    18,00%    50    9    32,98    151.596 hab.
88º-  ARACAJU-SE    17,90%    447    80    68,04    657.013 hab.
89º-  TABOAO DA SERRA-SP    17,65%    51    9    17,61    289.664 hab.
90º-  PINDAMONHANGABA-SP    17,65%    17    3    10,10    168.328 hab.
91º-  PARAUAPEBAS-PA    17,65%    17    3    8,16    208.273 hab.
92º-  LEME-SP    17,65%    17    3    16,44    103.391 hab.
93º-  ILHEUS-BA    17,65%    17    3    10,47    162.327 hab.
94º-  GUARUJA-SP    17,57%    74    13    23,09    320.459 hab.
95º-  CRATO-CE    17,39%    23    4    17,41    132.123 hab.
96º-  PONTA GROSSA-PR    17,19%    64    11    18,20    351.736 hab.
97º-  IRECE-BA    17,14%    35    6    47,97    72.967 hab.
98º-  MARACANAU-CE    17,14%    35    6    15,36    227.886 hab.
99º-  VITORIA DA CONQUISTA-BA    17,04%    223    38    65,28    341.597 hab.
100º-  CARUARU-PE    16,88%    77    13    21,32    361.118 hab.
101º-  BAURU-SP    16,82%    107    18    28,40    376.818 hab.
102º-  SAO JOAO DA BOA VISTA-SP    16,67%    18    3    19,73    91.211 hab.
103º-  ITAQUAQUECETUBA-SP    16,67%    42    7    11,33    370.821 hab.
104º-  JANAUBA-MG    16,67%    18    3    25,12    71.648 hab.
105º-  URUGUAIANA-RS    16,67%    36    6    28,35    126.970 hab.
106º-  CACOAL-RO    16,67%    24    4    28,12    85.359 hab.
107º-  ARACATI-CE    16,67%    24    4    32,19    74.547 hab.
108º-  CRUZ ALTA-RS    16,67%    18    3    29,85    60.299 hab.
109º-  SALVADOR-BA    16,58%    790    131    27,50    2.872.347 hab.
110º-  VOLTA REDONDA-RJ    16,39%    61    10    22,34    273.012 hab.
111º-  SANTA MARIA-RS    16,33%    98    16    34,74    282.123 hab.
112º-  FORTALEZA-CE    16,24%    505    82    18,92    2.669.342 hab.
113º-  CANOAS-RS    16,09%    87    14    25,10    346.616 hab.
114º-  TERESINA-PI    16,06%    436    70    50,41    864.845 hab.
115º-  SANTO ANGELO-RS    16,00%    25    4    32,22    77.593 hab.
116º-  BAGE-RS    16,00%    25    4    20,64    121.143 hab.
117º-  ANAPOLIS-GO    15,89%    107    17    27,65    386.923 hab.
118º-  CAMPO BELO-MG    15,79%    19    3    35,17    54.029 hab.
119º-  CACAPAVA-SP    15,79%    19    3    20,16    94.263 hab.
120º-  ITAPECERICA DA SERRA-SP    15,79%    57    9    32,44    175.693 hab.
121º-  CAJAZEIRAS-PB    15,79%    19    3    30,65    61.993 hab.
122º-  CAMPO GRANDE-MS    15,73%    248    39    27,68    895.982 hab.
123º-  RIO DE JANEIRO-RJ    15,70%    1.803    283    26,83    6.718.903 hab.
124º-  BETIM-MG    15,65%    115    18    26,18    439.340 hab.
125º-  UBERABA-MG    15,38%    52    8    15,58    333.783 hab.
126º-  BREJO SANTO-CE    15,38%    26    4    52,55    49.477 hab.
127º-  LAGARTO-SE    15,38%    13    2    12,45    104.408 hab.
128º-  PARANAVAI-PR    15,38%    26    4    29,42    88.374 hab.
129º-  TRES LAGOAS-MS    15,38%    13    2    10,71    121.388 hab.
130º-  SOBRAL-CE    15,36%    384    59    183,79    208.935 hab.
131º-  CAXIAS DO SUL-RS    15,12%    86    13    16,83    510.906 hab.
132º-  RECIFE-PE    15,12%    1.171    177    71,15    1.645.727 hab.
133º-  CORNELIO PROCOPIO-PR    15,00%    20    3    41,80    47.845 hab.
134º-  MOGI MIRIM-SP    15,00%    20    3    21,46    93.189 hab.
135º-  PINHEIRO-MA    15,00%    20    3    23,98    83.387 hab.
136º-  SERRA-ES    14,93%    67    10    12,95    517.510 hab.
137º-  DIADEMA-SP    14,81%    27    4    6,37    423.884 hab.
138º-  CARANGOLA-MG    14,71%    34    5    103,03    33.000 hab.
139º-  PATOS DE MINAS-MG    14,71%    34    5    22,30    152.488 hab.
140º-  GOIANIA-GO    14,64%    403    59    26,58    1.516.113 hab.
141º-  CATANDUVA-SP    14,58%    48    7    39,39    121.862 hab.
142º-  CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ    14,56%    103    15    20,29    507.548 hab.
143º-  SAO PAULO-SP    14,54%    1.561    227    12,74    12.252.023 hab.
144º-  XANXERE-SC    14,52%    62    9    121,61    50.982 hab.
145º-  NATAL-RN    14,50%    462    67    52,26    884.122 hab.
146º-  CUIABA-MT    14,41%    111    16    18,12    612.547 hab.
147º-  PRESIDENTE DUTRA-MA    14,29%    77    11    161,07    47.804 hab.
148º-  BOTUCATU-SP    14,29%    98    14    66,90    146.497 hab.
149º-  ITUVERAVA-SP    14,29%    14    2    33,47    41.824 hab.
150º-  SAO JOAO DEL REI-MG    14,29%    21    3    23,31    90.082 hab.
151º-  TERESOPOLIS-RJ    14,29%    35    5    19,17    182.594 hab.
152º-  ARARANGUA-SC    14,29%    28    4    41,04    68.228 hab.
153º-  MANHUACU-MG    14,29%    28    4    31,03    90.229 hab.
154º-  TEOFILO OTONI-MG    14,12%    85    12    60,46    140.592 hab.
155º-  FRANCO DA ROCHA-SP    14,04%    57    8    36,90    154.489 hab.
156º-  COLATINA-ES    13,79%    58    8    47,35    122.499 hab.
157º-  CARAGUATATUBA-SP    13,79%    29    4    23,86    121.532 hab.
158º-  VASSOURAS-RJ    13,79%    29    4    78,60    36.896 hab.
159º-  ITAJUBA-MG    13,79%    58    8    59,87    96.869 hab.
160º-  TAUBATE-SP    13,79%    116    16    36,83    314.924 hab.
161º-  GOVERNADOR VALADARES-MG    13,75%    80    11    28,58    279.885 hab.
162º-  IJUI-RS    13,73%    51    7    61,10    83.475 hab.
163º-  FLORIANO-PI    13,73%    51    7    85,09    59.935 hab.
164º-  SANTO ANTONIO DE JESUS-BA    13,70%    73    10    71,91    101.512 hab.
165º-  JOAO PESSOA-PB    13,66%    410    56    50,68    809.015 hab.
166º-  SAPIRANGA-RS    13,64%    22    3    26,92    81.734 hab.
167º-  MARICA-RJ    13,64%    22    3    13,65    161.207 hab.
168º-  SANTA RITA-PB    13,64%    44    6    32,21    136.586 hab.
169º-  MOGI DAS CRUZES-SP    13,58%    162    22    36,34    445.842 hab.
170º-  PELOTAS-RS    13,42%    149    20    43,52    342.405 hab.
171º-  CAMPINA GRANDE DO SUL-PR    13,41%    82    11    189,43    43.288 hab.
172º-  CAMPINAS-SP    13,36%    277    37    23,01    1.204.073 hab.
173º-  ITAPIPOCA-CE    13,33%    30    4    23,19    129.358 hab.
174º-  BALNEARIO CAMBORIU-SC    13,33%    15    2    10,54    142.295 hab.
175º-  TIMON-MA    13,33%    15    2    8,87    169.107 hab.
176º-  VISCONDE DO RIO BRANCO-MG    13,33%    15    2    35,24    42.564 hab.
177º-  SAO LEOPOLDO-RS    13,33%    15    2    6,33    236.835 hab.
178º-  MAFRA-SC    13,16%    38    5    67,51    56.292 hab.
179º-  REDENCAO-PA    13,04%    23    3    27,13    84.787 hab.
180º-  SERTAOZINHO-SP    13,04%    23    3    18,28    125.815 hab.
181º-  FEIRA DE SANTANA-BA    13,04%    276    36    44,89    614.872 hab.
182º-  MOCOCA-SP    13,04%    23    3    33,39    68.885 hab.
183º-  SAO JOSE DO RIO PRETO-SP    13,04%    207    27    44,93    460.671 hab.
184º-  BARRA MANSA-RJ    12,96%    54    7    29,28    184.412 hab.
185º-  PROMISSAO-SP    12,90%    31    4    76,67    40.432 hab.
186º-  ARARAQUARA-SP    12,82%    39    5    16,52    236.072 hab.
187º-  SAO GONCALO-RJ    12,78%    227    29    20,92    1.084.839 hab.
188º-  ITAJAI-SC    12,68%    71    9    32,34    219.536 hab.
189º-  BLUMENAU-SC    12,68%    71    9    19,88    357.199 hab.
190º-  GUARULHOS-SP    12,63%    95    12    6,89    1.379.182 hab.
191º-  NOVA IGUACU-RJ    12,60%    262    33    31,91    821.128 hab.
192º-  SAO JOSE-SC    12,50%    72    9    29,20    246.586 hab.
193º-  SAO JOSE DOS CAMPOS-SP    12,50%    128    16    17,73    721.944 hab.
194º-  SAO MIGUEL DO OESTE-SC    12,50%    24    3    59,29    40.482 hab.
195º-  RIO CLARO-SP    12,50%    24    3    11,63    206.424 hab.
196º-  BELEM-PA    12,42%    298    37    19,96    1.492.745 hab.
197º-  ITAPERUNA-RJ    12,24%    49    6    47,47    103.224 hab.
198º-  MOSSORO-RN    12,22%    90    11    30,26    297.378 hab.
199º-  APUCARANA-PR    12,20%    41    5    30,37    134.996 hab.
200º-  PORTO VELHO-RO    12,20%    123    15    23,23    529.544 hab.

 As internações referidas são de pacientes que sofreram ao menos uma dessas cirurgias:

Cód. Descrição do Procedimento
0408050012 AMPUTACAO / DESARTICULACAO DE MEMBROS INFERIORES
0408050020 AMPUTACAO / DESARTICULACAO DE PE E TARSO

 

E foram diagnosticados com ao menos uma das doenças abaixo: 

CID10 Descrição da Doença
E100 Diabetes mellitus insulino-dependente - com coma
E101 Diabetes mellitus insulino-dependente - com cetoacidose
E102 Diabetes mellitus insulino-dependente - com complicações renais
E103 Diabetes mellitus insulino-dependente - com complicações oftálmicas
E104 Diabetes mellitus insulino-dependente - com complicações neurológicas
E105 Diabetes mellitus insulino-dependente - com complicações circulatórias periféricas
E106 Diabetes mellitus insulino-dependente - com outras complicações especificadas
E107 Diabetes mellitus insulino-dependente - com complicações múltiplas
E108 Diabetes mellitus insulino-dependente - com complicações não especificadas
E109 Diabetes mellitus insulino-dependente - sem complicações
E110 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com coma
E111 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com cetoacidose
E112 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com complicações renais
E113 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com complicações oftálmicas
E114 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com complicações neurológicas
E115 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com complicações circulatórias periféricas
E116 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com outras complicações especificadas
E117 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com complicações múltiplas
E118 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - com complicações não especificadas
E119 Diabetes mellitus não-insulino-dependente - sem complicações
E120 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com coma
E121 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com cetoacidose
E122 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com complicações renais
E123 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com complicações oftálmicas
E124 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com complicações neurológicas
E125 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com complicações circulatórias periféricas
E126 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com outras complicações especificadas
E127 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com complicações múltiplas
E128 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - com complicações não especificadas
E129 Diabetes mellitus relacionado com a desnutrição - sem complicações
E130 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com coma
E131 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com cetoacidose
E132 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com complicações renais
E133 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com complicações oftálmicas
E134 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com complicações neurológicas
E135 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com complicações circulatórias periféricas
E136 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com outras complicações especificadas
E137 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com complicações múltiplas
E138 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - com complicações não especificadas
E139 Outros tipos especificados de diabetes mellitus - sem complicações
E140 Diabetes mellitus não especificado - com coma
E141 Diabetes mellitus não especificado - com cetoacidose
E142 Diabetes mellitus não especificado - com complicações renais
E143 Diabetes mellitus não especificado - com complicações oftálmicas
E144 Diabetes mellitus não especificado - com complicações neurológicas
E145 Diabetes mellitus não especificado - com complicações circulatórias periféricas
E146 Diabetes mellitus não especificado - com outras complicações especificadas
E147 Diabetes mellitus não especificado - com complicações múltiplas
E148 Diabetes mellitus não especificado - com complicações não especificadas
E149 Diabetes mellitus não especificado - sem complicações
O240 Diabetes mellitus pré-existente, insulino-dependente
O241 Diabetes mellitus pré-existente, não-insulino-dependente
O242 Diabetes mellitus pré-existente, relacionado com a desnutrição
O243 Diabetes mellitus pré-existente, não especificado
O244 Diabetes mellitus que surge durante a gravidez
O249 Diabetes mellitus na gravidez, não especificado

 

Fonte:

Tabelas dos movimentos das AIH pagas: ftp://ftp.datasus.gov.br/dissemin/publicos/SIHSUS/200801_/Dados/
Custos em Internações SUS
Links
 Custo médio de uma diária de UTI no SUS, por especialidade (uf)
 Custo médio de uma diária de UTI no SUS, por especialidade (mun)
 % do custo SUS, com UTI, por especialidade (uf)
 % do custo SUS, com UTI, por especialidade (mun.)
 Custo paciente dia SUS, por especialidade (uf)
 Custo paciente dia SUS, por especialidade (mun)
 Custo paciente dia SIH/SUS (uf)
 Custo paciente dia SIH/SUS (mun)
 Custo médio de internações SUS, por especialidade (uf)
 Custo médio de intern. SUS, por especialidade (mun)
 % do custo SUS, com UTI, por especialidade(hosp.)
 Custo médio da diária em UTI, por especialidade (hosp.)
 Custo paciente dia SUS, por especialidade (hosp.)
 Custo paciente dia SIH/SUS (hosp.)
 Custo médio de intern. SUS, por especialidade (hosp.)
 Custo médio de internações SUS (uf)
 Custo médio de internações SUS (mun)
 Custo médio de internações SUS (hosp.)
 As OPM que mais custaram ao SIH/SUS (uf)
 Custo médio anual de internações SUS (hosp.)
 Custo médio anual de internações SUS (mun)
 Custo médio anual de internações SUS (uf)
 Hospitais c/ leitos SUS que não faturaram AIH no SIH/SUS (uf)
 % de aumento mensal dos custos das internações SUS (uf)
 % de aumento mensal dos custos das internações SUS (mun)
 % de aumento mensal dos custos das internações SUS (hosp.)
 % de aumento anual das internações SUS (hosp.)
 Custo paciente dia SIH/SUS, por uf, no mês
 Painel de custos UTI por especialidade (UF x Hosp.)
 Painel de custos UTI por especialidade (UF x Mun.)
 Painel custo médio de internações SUS por especialidade (UF x Mun.)
 Painel custo médio de internações SUS por especialidade (UF x Hosp.)
 Painel de aumento dos custos e das internações SUS (UF x Mun.)
 Painel de aumento dos custos e das internações SUS (UF x Hosp.)
 Painel de aumento do uso de UTI e dos custos das intern. SUS (UF x Mun.)
 Painel de aumento do uso de UTI e dos custos das intern. SUS (UF x Hosp.)
 Custo por habitante dia SIH/SUS, por uf, no mês
 Relatório de indícios de desvios de próteses vasculares nos 6 Hosp. Federais do Rio.
 Relatório de indícios de desvios de próteses mamárias nos 6 Hosp. Federais do Rio.
 Relatório de indícios de desvios de marcapassos nos 6 Hosp. Federais do Rio.
 Os Hospitais que mais faturaram com alta precoce de AVC no SIH/SUS (uf)
 Custo médio das internações SIH/SUS, por uf, no mês
 Custo por habitante dia SIH/SUS, por município, no mês
 Custo paciente dia em leitos UTI e não-UTI SIH/SUS, por uf, no mês
 Custo paciente dia em leitos UTI e não-UTI SIH/SUS, porCapital, no mês
 Custo por habitante dia SIH/SUS, por Capital, no mês
 Os Hospitais com maior faturamento mensal no SIH/SUS em cada UF
 Custo médio de uma internação SUS, por tipo de Esquizofrenia (uf)
 Custo médio de uma internação SUS, por tipo de Esquizofrenia (mun)
 Custo médio de uma internação SUS, por tipo de Esquizofrenia (hosp)
 % de aumento anual, relativo a 2009, dos custos das internações para tratamento de esquizofrenia no SUS (uf)
 % de aumento anual, relativo a 2009, dos custos das internações para tratamento de esquizofrenia no SUS (mun)
 Custo médio de uma internação SUS, por tipo de uso de psicotrópico (uf)
 Custo médio de uma internação SUS, por tipo de uso de psicotrópico (mun)
 Custo médio de uma internação SUS, por tipo de uso de psicotrópico (hosp)
 % de aumento anual, relativo a 2009, dos custos das internações no SUS por uso de psicotrópicos (uf)
 % de aumento anual, relativo a 2009, dos custos das internações no SUS por uso de psicotrópicos (mun)
 Os Hospitais com maior faturamento anual no SIH/SUS em cada UF
 Os Hospitais com maior faturamento anual por intern. no SIH/SUS em cada UF
 % de aumento anual, relativo a 2009, dos custos das internações SUS por acidente de trânsito (uf)
 % de aumento anual, relativo a 2009, dos custos das internações SUS por acidente de trânsito (mun)
 Os Hospitais com os maiores custos paciente-dia em cada especialidade no SIH/SUS (uf)
 % de aumento, relativo a 2009, do custo médio anual de uma internação SUS, por faixa etária (uf)
 % do custo com internações SUS por faixa etária (uf)
 % do custo com internações SUS por faixa etária (mun)
 Painel % de custos e internações SUS por faixa etária (UF x Mun.)
 Painel % de aumento dos custos e da quantidade de internações SUS, por faixa etária (UF)
 % de aumento, relativo a 2009, do custo médio anual de uma internação SUS, por faixa etária (mun)
 Painel % de aumento dos custos e da quantidade de internações SUS, por faixa etária (Mun.)
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares que mais faturaram e internaram no SIH/SUS em cada UF
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares que mais faturaram e internaram no SIH/SUS em cada Capital
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares com maior faturamento paciente-dia no SIH/SUS em cada Capital (uf)
 Histórico dos ranques dos Hospitais que faturaram STENTs no SIH/SUS (hosp)
 Histórico dos ranques de custo habitante-dia SIH/SUS (mun)
 Os Municípios que tiveram mais STENTs pagos pelo SIH/SUS
 

     Custos das internações SUS é o quanto as AIH, apresentadas e faturadas pelos hospitais, junto ao SIH/SUS, geraram de valor. Na visão do gestor hospitalar, que é quem recebe o valor pago por cada AIH, na verdade o que há é faturamento hospitalar, mas, na visão de quem paga, gestores municipais, estaduais ou federal, é custo SUS com internações. Vale lembrar que uma internação hospitalar de um único paciente tem o custo de todas as AIH geradas para aquele paciente, pois, para cada mês, ou fração de mês, que a mesma internação perdura, é gerada uma nova AIH referente ao mesmo paciente, ou seja, com o mesmo número de AIH, que, então, é apresentada ao SIH/SUS para cobrança.

Mortalidade em Internações SUS
Links
 Taxa de mortalidade em intern. SUS, por especialidade (uf)
 Taxa de mortalidade em intern. SUS, por especialidade (mun)
 Taxa de mortalidade em intern. SUS com UTI, por especialidade (uf)
 Taxa de mortalidade em intern. SUS com UTI, por especialidade (mun)
 Taxa de mortalidade em intern. SUS, por especialidade (hosp.)
 Taxa de mortalidade em intern. SUS com UTI, por especialidade (hosp.)
 Taxa de mortalidade anual em intern. SUS, por especialidade (uf)
 % de aumento anual, relativo a 2009, da taxa de mortalidade em Internações SUS (uf)
 % de aumento anual, relativo a 2009, da taxa de mortalidade em Internações SUS (mun)
 % de aumento anual, relativo a 2009, da taxa de mortalidade em Internações SUS (hosp.)
 % de aumento anual, relativo a 2009, da taxa de mortalidade em Internações SUS c/ UTI (hosp.)
 Taxa de mortalidade, por tipo de uso de psicotrópicos, em internações SUS (uf)
 Taxa de mortalidade, por tipo de uso de psicotrópicos, em internações SUS (mun)
 Taxa de mortalidade, por tipo de uso de psicotrópicos, em internações SUS (hosp)
 Auditoria Médica Analítica no SIH/SUS/RJ - 1995
 Taxa de mortalidade, por especialidade e natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (mun)
 Taxa de mortalidade, por especialidade e natureza jurídica hospitalar, em internações SUS com UTI (mun)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em internações com UTI no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em internações eletivas no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em internações de Urg./Emerg. no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Clínica Cirúrgica no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Clínica Médica no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Obstetrícia no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Cuidados prolongados (crônicos) no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Pneumologia sanitária no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Pediatria no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em Saúde mental no SIH/SUS (uf)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em cada especialidade no SIH/SUS (uf)
 Taxa de mortalidade, por UF, em internações para amputação de membro inferior em diabéticos no SIH/SUS
 Taxa de mortalidade, por UF/Hosp, em internações para amputação de membro inferior em diabéticos no SIH/SUS
 Taxa de mortalidade, por UF, em internações para amputação de membro inferior no SIH/SUS
 Taxa de mortalidade, por UF/Hosp, em internações para amputação de membro inferior no SIH/SUS
 Qtd de infectados pelo COVID-19 por cada 10 Milhões de habitantes
 Taxa de mortalidade pelo COVID-19 para mais de 100 casos registrados
 Qtd de mortes causadas pelo COVID-19, p/ cada 100 mil hab.(país)
 Ranques dos países com as maiores taxas de mortalidade pelo COVID-19
 Qtd de mortes causadas pelo COVID-19, p/ cada 10.000 Km² (país)
 COVID-19: Registros de mortes x casos (país)
 COVID-19: Taxa de mortalidade x Ranque IDH
 Taxa de mortalidade pelo COVID-19 Brasil, por UF
 Taxa de mortalidade pelo COVID-19 Brasil, por Capital
 COVID-19 Brasil: Qtd de mortes por semana em cada UF
 COVID-19 Brasil: Qtd de mortes por semana em cada Capital
 COVID-19 Brasil: Ranques dos municípios com as maiores taxas de mortalidade
 COVID-19: Qtd de mortes por semana em cada país.
 COVID-19 Brasil: Qtd de mortes por 100K hab, em cada UF.
 COVID-19 Brasil: Qtd de mortes por 100K hab., em cada Capital.
 COVID-19 Brasil: Qtd de leitos de UTI SUS adulto, por cada 100 infectados, em cada UF.
 COVID-19 Brasil: Qtd de leitos de UTI adulto SUS e não-SUS por cada 10 mil hab. (UF)
 COVID-19 Brasil: Qtd de mortes diárias por cada 100 leitos de UTI adulto (UF)
 COVID-19 Brasil: Qtd de mortes por semana (mun)
 COVID-19 Brasil: Ranque dos municípios com maior qtd de mortes por 100K hab.
 COVID-19 Ranque dos países com maior qtd de mortes por milhão de hab.
 COVID-19 Brasil: Qtd de casos e mortes (mun.)
 COVID-19 Brasil: Qtd leitos de UTI adulto (CNES) p/ cada 10k hab (mun.)
 COVID-19 : PROTOCOLO OPÇÃO MÉDICA,TRATAMENTO POR FASES

Ocupação de Leitos em Internações SUS
Links
 Taxa de ocupação em leitos UTI nas internações SUS, por mun.
 Taxa de ocupação em leitos UTI nas internações SUS, por uf
 Taxa de ocupação em internações SUS (uf)
 Taxa de ocupação em internações SUS (mun.)
 Taxa de ocupação em internações SUS (hosp.)
 Taxa de ocupação em leitos UTI nas internações SUS (hosp.)
 % de aumento mensal das internações SUS (uf)
 % de aumento mensal das internações SUS (mun)
 % de aumento mensal das internações SUS (hosp.)
 Taxa de ocupação anual das internações SUS (hosp.)
 Taxa de ocupação anual em internações SUS (mun.)
 Taxa de ocupação anual em internações SUS (uf)
 % aumento, relativo a 2009, da taxa de ocupação anual em internações SUS (uf)
 % aumento, relativo a 2009, da taxa de ocupação anual em internações SUS (mun)
 Taxa de ocupação anual SIH/SUS em leitos de UTI (uf)
 Taxa de ocupação anual SIH/SUS em leitos de UTI (mun.)
 Taxa de ocupação anual SIH/SUS em leitos de UTI (hosp.)
 % aumento, relativo a 2009, da taxa de ocupação anual em internações SUS (hosp)
 Painel de ocupação de leitos CNES (hosp)
 Taxa de ocupação por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (mun)
 Taxa de ocupação em UTI por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (mun)
 Taxa de ocupação em UTI por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (uf)
 Taxa de ocupação por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (uf)

Permanência hospitalar em Internações SUS
Links
 % uso de UTI no SIH/SUS, por especialidade (uf)
 % uso de UTI no SIH/SUS, por especialidade (mun)
 Média de permanência em intern. SUS, por especialidade (uf)
 Média de permanência em intern. SUS, por especialidade (mun)
 Média de permanência em internações SUS, por especialidade (hosp.)
 % uso de UTI no SIH/SUS, por especialidade (hosp.)
 Média de permanência em UTI, por especialidade (uf)
 Média de permanência em UTI, por especialidade (mun)
 Média de permanência em UTI, por especialidade (hosp.)
 % de aumento anual, relativo a 2009, da média de permanência em UTI (uf)
  % de aumento anual, relativo a 2009, da média de permanência em UTI (mun)
 % de aumento anual, relativo a 2009, da média de permanência em UTI (hosp)
 Média de permanência, por tipo de uso de psicotrópicos, em internações SUS (uf)
 Média de permanência, por tipo de uso de psicotrópicos, em internações SUS (mun)
 Média de permanência, por tipo de uso de psicotrópicos, em internações SUS (hosp)
 Auditoria Médica Analítica no SIH/SUS/RJ - 1995

Não-Munícipes em Internações SUS
Links
 Painel Pacientes não-munícipes e de Urg./Emerg. (mun)
 Municípios de destino dos munícipes, internados de Urg./Emerg., em outros municípios (mun)
 % de aum. anual, relativo a 2009, da distância média que cada paciente não-munícipe percorre (apenas ida) para se internar pelo SUS (uf)
 % de aum. anual, relativo a 2009, da distância média que cada paciente não-munícipe percorre (apenas ida) para se internar pelo SUS (mun)
 % de aum. anual, relativo a 2009, da distância média que cada paciente não-munícipe percorre (apenas ida) para se internar pelo SUS(hosp)
 Distâncias médias percorridas pelos pacientes não-munícipes (apenas ida) para se internar pelo SUS, por UF
 Distâncias médias percorridas pelos pacientes não-munícipes (apenas ida) para se internar pelo SUS, por Capital
 As maiores distâncias médias percorridas pelos pacientes não-munícipes (apenas ida) para se internar pelo SUS, por Município
 As maiores distâncias médias percorridas pelos pacientes não-munícipes (apenas ida) para se internar pelo SUS, por Hospital
 As menores distâncias médias percorridas pelos pacientes não-munícipes (apenas ida) para se internar pelo SUS, por Hospital
 Viagens intermunicipais mais utilizadas pelos pacientes SUS não-munícipes
 

     O Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS) possui uma rede de hospitais conveniados, contratados ou próprios que está presente em todas as unidades da federação. Inúmeras são as internações de pacientes que não residem na mesma cidade onde se localiza o hospital em que precisou ser tratado. Esses pacientes são os não-munícipes. Aqui é possível avaliar o quanto cada UF, município ou hospital importa ou exporta de não-munícipes, e o quanto de distância esses não-munícipes percorreram.

Urgência/Emergência em Internações SUS
Links
 Internações SUS, de Urg./Emerg., de não-munícipes, finalizadas e pagas (hosp)
 Municípios de origem dos pacientes não-munícipes em internações SUS de Urg./Emerg. (hosp)
 Painel Pacientes não-munícipes e de Urg./Emerg. (hosp)
 Painel Pacientes não-munícipes e de Urg./Emerg. (mun)
 Internações SUS, de Urg./Emerg., de não-munícipes, finalizadas e pagas (mun)
 Municípios de origem dos pacientes não-munícipes em internações SUS de Urg./Emerg. (mun)
 Internações de Urg./Emerg., de munícipes, em outros municípios (mun)
 Municípios de destino dos munícipes, internados de Urg./Emerg., em outros municípios (mun)
 Os Hospitais com as maiores taxas de mortalidade em internações de Urg./Emerg. no SIH/SUS (uf)

Natureza Jurídica Hospitalar em Internações SUS
Links
 Taxa de mortalidade, por especialidade e natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (mun)
 Taxa de mortalidade, por especialidade e natureza jurídica hospitalar, em internações SUS com UTI (mun)
 Qtd média mensal de leitos CNES por natureza jurídica hospitalar (mun)
 Qtd média mensal de leitos CNES UTI por natureza jurídica hospitalar (mun)
 Taxa de ocupação por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (mun)
 Taxa de ocupação em UTI por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (mun)
 Taxa de ocupação em UTI por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (uf)
 Taxa de ocupação por natureza jurídica hospitalar, em internações SUS (uf)
 % de aumento anual, relativo a 2013, da qtd de leitos não-SUS, por nat. jur. hospitalar (mun)
 % de aumento anual, relativo a 2013, da qtd de leitos UTI não-SUS por nat. jur. hospitalar (mun)
 % de aumento anual, relativo a 2013, da qtd de leitos SUS por nat. jur. hospitalar (mun)
 % de aumento anual, relativo a 2013, da qtd de leitos UTI SUS por nat. jur. hospitalar (mun)
 Painel aum. oferta de leitos CNES, SUS e não-SUS, por natureza jurídica hospitalar (mun)
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares que mais faturaram e internaram no SIH/SUS em cada UF
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares que mais faturaram e internaram no SIH/SUS em cada Capital
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares com maior faturamento paciente-dia no SIH/SUS em cada Capital (uf)
 

     Cada hospital cadastrado no CNES declara obrigatoriamente sua Natureza Jurídica Hospitalar que, atualmente são 90 possíveis. Dentre essas noventa que existem, encontramos 36 naturezas jurídicas que faturam AIH junto ao SIH/SUS. As dez que mais internam pelo SUS, em ordem descendente de qtd de internações faturadas,  são: ASSOCIAÇÃO PRIVADA, ÓRGÃO PUBLICO DO PODER EXECUTIVO ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL, ÓRGÃO PUBLICO DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, MUNICÍPIO, FUNDAÇÃO PRIVADA, SOCIEDADE EMPRESARIA LIMITADA, FUNDAÇÃO ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL, AUTARQUIA FEDERAL, FUNDO PUBLICO e FUNDAÇÃO MUNICIPAL.

Faixa Etária ANS em Internações SUS
Links
 % de aumento, relativo a 2009, da quantidade média mensal de internações SUS faturadas, por faixa etária (uf)
 % de aumento, relativo a 2009, do custo médio anual de uma internação SUS, por faixa etária (uf)
 % do custo com internações SUS por faixa etária (uf)
 % das internações SUS por faixa etária (uf)
 % do custo com internações SUS por faixa etária (mun)
 % das internações SUS por faixa etária (mun)
 Painel % de custos e internações SUS por faixa etária (UF x Mun.)
 Painel % de aumento dos custos e da quantidade de internações SUS, por faixa etária (UF)
 % de aumento, relativo a 2009, do custo médio anual de uma internação SUS, por faixa etária (mun)
 % de aumento, relativo a 2009, da quantidade média mensal de internações SUS faturadas, por faixa etária (mun)
 Painel % de aumento dos custos e da quantidade de internações SUS, por faixa etária (Mun.)
 

     Para a geração dos gráficos e tabelas utilizamos dois tipos de faixas etárias : 1) Para análise das internações que tratam das enfermidades do tipo AVC, Diabetes, Transtornos mentais e outras: < 20 anos, 20 a 39 anos, 40 a 59 anos, 60 a 79 anos e > 79 anos. 2) Para possibilitar comparação entre internações SUS e internações reguladas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar): < 19 anos, 19 a 23 anos, 24 a 28 anos, 29 a 33 anos, 34 a 38 anos, 39 a 43 anos, 44 a 48 anos, 49 a 53 anos, 54 a 58 anos e > 58 anos. Pois a Resolução Normativa (RN nº 63), publicada pela ANS em dezembro de 2003, determina, que o valor fixado para a última faixa etária (59 anos ou mais) não pode ser superior a seis vezes o valor da primeira faixa (0 a 18).

Painéis Internações SUS
Links
 Painel de custos UTI por especialidade (UF x Hosp.)
 Painel de custos UTI por especialidade (UF x Mun.)
 Painel custo médio de internações SUS por especialidade (UF x Mun.)
 Painel custo médio de internações SUS por especialidade (UF x Hosp.)
 Painel de aumento dos custos e das internações SUS (UF x Mun.)
 Painel de aumento dos custos e das internações SUS (UF x Hosp.)
 Painel de aumento do uso de UTI e dos custos das intern. SUS (UF x Mun.)
 Painel de aumento do uso de UTI e dos custos das intern. SUS (UF x Hosp.)
 Painel aumento de leitos e intern. SUS (UF x Mun.)
 Painel aumento de leitos e intern. SUS (UF x Hosp.)
 Painel AVC, Incidência,custo e mortalidade em intern. SUS (UF x Mun.)
 Painel AVC, incidência, média perm. e custo, em intern. SUS (UF x Mun.)
 Painel AVC, aum. anual da incidência em intern. SUS (UF x Mun.)
 Painel de ocupação de leitos CNES (hosp)
 Painel Pacientes não-munícipes e de Urg./Emerg. (hosp)
 Painel Oferta de leitos CNES (hosp)
 Painel Pacientes não-munícipes e de Urg./Emerg. (mun)
 Painel Internações de munícipes em outros municípios (mun)
 Painel aum. oferta de leitos CNES, SUS e não-SUS, por natureza jurídica hospitalar (mun)
 Painel % de custos e internações SUS por faixa etária (UF x Mun.)
 Painel % de aumento dos custos e da quantidade de internações SUS, por faixa etária (UF)
 Painel % de aumento dos custos e da quantidade de internações SUS, por faixa etária (Mun.)
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares que mais faturaram e internaram no SIH/SUS em cada UF
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares que mais faturaram e internaram no SIH/SUS em cada Capital
 As Naturezas Jurídicas Hospitalares com maior faturamento paciente-dia no SIH/SUS em cada Capital (uf)